Curta e Siga


Pilates para Idosos é recomendável para Osteoporose






A Osteoporose é uma doença metabólica do tecido ósseo gerada por:

  • Perda gradual de massa óssea;
  • Enfraquecimento das trabéculas ósseas por deterioração na microarquitetura tecidual;
  • Falta de qualidade do tecido depositado;
  • Perda de plasticidade e homogeneidade do tecido;
  • Diminuição da quantidade de mineralização óssea.

Devido a todos esses fatores, os ossos tornam-se frágeis e susceptíveis às fraturas.

A formação óssea acontece por células específicas para isso, então afaste aquela ideia de que o osso é uma estrutura morta.

Essa renovação é continua e realizada por três tipos de células responsáveis pela formação, regulação e reabsorção da estrutura óssea enfraquecida (envelhecida). Essas células são:

  • Osteoblastos: formam a estrutura óssea;
  • Osteócitos: células mantenedoras da quantidade de minerais existentes no osso (cálcio);
  • Osteoclastos: reabsorção das células envelhecidas.

A osteopenia é, portanto, a diminuição de massa óssea, gerada pela perda de cálcio (osteócitos débeis). Muitas vezes quando não tratada ela leva a osteoporose

A osteoporose pode ter um impacto forte na autoestima e no humor da paciente. Os principais motivos são:

  • Dor resultante da mudança na imagem corporal;
  • Perda de mobilidade;
  • Perda de independência.

Portanto a prevenção de quedas é o ponto principal na prevenção de fraturas. Mulheres que se encontram em período pós‐menopáusico e que possuem osteoporose são um grupo de risco.

Todas essas constatações associadas à falta de exercício físico contribuem para aparecimento de dores articulares e musculares, cansaço, dificuldade em executar atividades diárias, quedas frequentes e, consequentemente, diminuição da capacidade funcional.

Falando de uma forma geral, o exercício físico tem papel fundamental no tratamento da osteoporose, principalmente pela redução da reabsorção óssea. Ele promove em pacientes com osteoporose:

  • Aumento de força muscular;
  • Estabilidade;
  • Equilíbrio;
  • Mobilidade;
  • Melhora da qualidade de vida;
  • Redução da dor;
  • Prevenção de quedas.

O desafio é envelhecer com saúde e de forma ativa. É – exatamente- neste ponto, que o Pilates atua como aliado.

O pilates é um exercício que tem ganhado bastante visibilidade quando o assunto são idosos. A prática é benéfica, pois ajuda a prevenir doenças, reduz dores, previne lesões, corrige a postura, fortalece o corpo, aumenta o equilíbrio e proporciona o bem estar. Além disso, os pilates engloba uma série de exercícios que são feitos de maneira calma e eficaz. Sendo assim, diminuem as chances de movimentos que prejudiquem ou causem dano a saúde do idoso. 

O Pilates é também recomendado por ser uma prática de atividade física que gera baixo impacto e também pode ser totalmente customizada e personalizada para cada idoso de acordo com o seu nível de saúde. 

Se você é profissional e procura um bom conteúdo de Pilates para Idosos, entre no grupo VIP do Whatsapp para ter um desconto especial no Curso Pilates e Funcional para Idosos, além de conteúdos específicos.

.


Dicas para Profissionais:
  • Curso Online de Atividade Física para Gestantes
  • Curso Online de Fisioterapia na Geriatria
  • Curso Prescrição do Exercício para Idosos baseado em Evidências Científicas
  • Curso Online Hidroginástica "Consciência e Movimento"

  • Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

    Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

    Nenhum comentário

    Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!