Fraturas por causa de osteoporose vão crescer 32% até 2050, aponta pesquisa





http://kilorias.band.uol.com.br/wp-content/uploads/2014/03/osteoporose-mulher-wh.jpg

Uma doença crônica e comum que enfraquece os ossos, a osteoporose, atinge três milhões de pessoas no Brasil. A incidência entre as mulheres é maior, chegando a atingir uma em cada três mulheres com mais de 50 anos devido à idade próxima da menopausa.

A International Osteoporosis Foundation  aponta ainda, através de estudos, que o número de fraturas no quadril em decorrência da doença deve crescer 32% até 2050 no Brasil.

Nesta pesquisa se apurou que o crescimento está relacionado ao envelhecimento da população. No país, o número de pessoas com mais de 70 anos aumentará 380% até 2050 e representará 14% da população brasileira.

Diante deste quadro alarmante, o Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso (Creasi), órgão vinculado à Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), localizado na Avenida. Antônio Carlos Magalhães, s/n - Iguatemi,  alerta a população para fazer testes de verificação da doença, prevenção e controlá-la através de medicamentos, exercícios e de dieta.

De acordo com a titular da Coordenação Estratégica do Creasi, Renata Muniz Caires, o centro tem investido na propagação de folders que alertam a população para a doença e indicam como realizar o exame para confirmação. "Para realizar o exame de Densitometria Óssea não precisa ser nosso paciente", destacou.

A coordenadora ressaltou que o órgão distribui uma gama de remédios para pacientes portadores de osteoporose e que todas as pessoas têm acesso a esta medicação, mesmo quem não faz tratamento no Creasi.

Segundo ela, para a realização do exame, extensivo a pacientes e não pacientes, é necessário apresentação do original e cópia do RG, do CPF, do comprovante de residência com CEP, Cartão SUS e Laudo para Solicitação/Autorização de Procedimento Ambulatorial devidamente preenchido, carimbado e assinado pelo médico solicitante (contendo o número do cartão SUS do médico solicitante e do usuário), com data inferior a 90 dias.

Doença: crônica muito comum, principalmente em mulheres após a menopausa, onde há enfraquecimento dos ossos, aumentando o risco de fraturas, especialmente de fêmur (quadril), coluna vertebral (dorsal) e punho.

A osteoporose é considerada uma doença osteometabólica. Há uma diminuição absoluta da quantidade de osso e alteração na sua microarquitetura, levando a um estágio de fragilidade em que podem ocorrer fraturas mesmo após traumas mínimos. O osso é um tecido vivo e necessita de cuidados em todas as fases da vida.

Fatores de risco: sexo feminino; pessoas brancas e magras; idade avançada; menopausa; sedentarismo; história familiar de osteoporose;dieta pobre em cálcio e vitamina D; tabagismo (fumo).

Diagnóstico: a osteoporose é diagnosticada através da Densitometria Óssea (exame de imagem capaz de avaliar a condição da massa óssea). O histórico do paciente e análise dos seus exames clínicos podem contribuir para o diagnóstico.

Como tratar: prática de atividades físicas; Exposição ao sol (até às

10h e a partir das 16h); Dieta balanceada, rica em cálcio e vitamina D; Medicamentos, com o apoio de fisioterapia.

Como prevenir:através de hábitos saudáveis, iniciados na infância, é possível prevenir a osteoporose.Pratique exercícios físicos, tenha uma alimentação rica em cálcio e vitamina D e adote um estilo de vida mais saudável.

A  atividade física regular (com orientação de profissionais qualificados) melhora a qualidade de vida, fortalece os músculos, aumenta  a massa óssea. auxilia a recuperar o equilíbrio e ajuda a atingir o peso ideal.

Fazer uso de alimentos ricos em cálcio: alimentos de cor verde escura (Brócolis, couve, agrião, espinafre, etc);leite e seus derivados  (iogurte, queijo, etc);Peixes (sardinha, atum, salmão, etc); Grãos (soja, feijão, etc); Castanha e amêndoa.

Fraturas por causa de osteoporose vão crescer 32% até 2050, aponta pesquisa Fraturas por causa de osteoporose vão crescer 32% até 2050, aponta pesquisa Editado por saude.chakalat.net on 08:17 Nota: 5

Nenhum comentário:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!

Tecnologia do Blogger.