Curta e Siga


Exercícios combatem osteoporose na menopausa







Não é só para retardar os sinais do tempo que os exercícios físicos valem na menopausa. Duas horas de treino por semana são antídoto contra a osteoporose, problema típico das mulheres que deixam de ovular. A Sociedade de Endocrinologia, nos Estados Unidos, reuniu um grupo de mais de 1,2 mil mulheres na pré-menopausa. Entre elas, 58 foram instruídas a seguir um programa de práticas físicas depois de serem submetidas a uma série de exames que avaliaram a densidade dos ossos.
Os estudiosos já sabiam que exercícios eram capazes de diminuir os níveis de esclerostina, substância que inibe a formação e o fortalecimento da estrutura óssea. A novidade é que, com apenas duas horas por semana, as pacientes tiveram uma queda na produção deste hormônio, além do aumento dos níveis de IGF-1, que melhora a saúde dos ossos. Para os pesquisadores, a maior vantagem da descoberta é oferecer uma solução simples, rápida e barata para o problema dos ossos durante a menopausa. 

Alimentação combate efeitos da menopausa

Ondas de calor, ansiedade, insônia e irritabilidade são sintomas temidos por todas as mulheres que estão entrando na menopausa. Mas, ainda que sejam comuns, não é preciso conviver com eles e as refeições são aliadas no combate a tais desconfortos.
Protegendo os ossos
Alimentos repletos de cálcio podem ajudar na preservação dos ossos, já que a osteoporose é uma consequência comum da menopausa. Vegetais verdes, leite e derivados auxiliam a manter os índices de cálcio no organismo - a absorção do mineral é prejudicada com a diminuição do estrogênio, na menopausa.
Dando uma força para o cérebro
A queda da atenção e da memória é uma das reclamações constantes. Para evita-la, é importante comer alimentos que tenham selênio. Nesse caso, a castanha do Pará é altamente indicada já que também possui antioxidante e fortalece as funções cerebrais.
Diminuindo as ondas de calor
O mais conhecido efeito da menopausa é provavelmente também o mais desagradável. Mas até mesmo para ele existe um elemento que pode ajudar: os óleos vegetais. Para consumi-los, investir em sementes é uma boa solução. Para aumentar a sensação de bem-estar, o ideal é complementar as refeições com ovos, grãos e cereais integrais.

Publicado em 20/08/12 e revisado em 06/11/19

Dicas para Profissionais:
  • Curso Online de Atividade Física para Gestantes
  • Curso Online de Fisioterapia na Geriatria
  • Curso Prescrição do Exercício para Idosos baseado em Evidências Científicas
  • Curso Online Hidroginástica "Consciência e Movimento"

  • Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

    Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

    Nenhum comentário

    Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!