Musculação: fortalecer ossos e músculos evita a osteoporose









Dados da Fundação Internacional de Osteoporose (IOF) indicam que a condição atinge cerca de dez milhões de pessoas no Brasil. Outro dado da organização revela que de cada três pacientes que sofreram fratura no quadril, um tem o diagnóstico de osteoporose; e deste número, um em cada cinco, recebe algum tipo de tratamento. No Dia Mundial da Osteoporose, celebrado hoje (20 de outubro), especialistas chamam atenção para a prevenção bem antes da chegada à terceira idade e, principalmente, antes que os sinais da doença apareçam.

A osteoporose é uma doença de caráter degenerativo cujas principais características são a presença de uma massa óssea baixa e a deterioração do tecido ósseo, resultando em maior fragilidade dos ossos e, consequentemente, maiores riscos de deformações e fraturas. A principal causa é a perda mineral óssea, ocasionada principalmente pelo processo de envelhecimento e pela inatividade física.

O maior problema associado à doença é a complicação decorrente de fraturas. Elas acometem principalmente a coluna e a bacia de uma população idosa, levando à imobilidade e muita dor – com enormes consequências para a qualidade de vida destas pessoas e, inclusive, complicações médicas mais sérias decorrentes da imobilização prolongada.
Os médicos indicam que, além de evitar o fumo e o uso excessivo de bebidas alcoólicas ao longo da vida, o bom suprimento de Vitamina D e Cálcio aliado à atividade física contribui muito na prevenção. Nesse último quesito, a musculação assume papel de excelência, pois aumenta a força do músculo exercitado e também do osso. Os dois são colocados para trabalhar em conjunto quando suamos a camisa. Isso acontece porque o músculo está ligado a um osso através de tendões. Quando praticamos qualquer exercício que trabalhe determinada região, os tendões fazem uma pressão maior no osso para que ele continue preso a um músculo maior. Isso obriga o osso a se adaptar e se fortalecer, aumentando a sua massa óssea com maior absorção de minerais (cálcio e fósforo).

O osso submetido a cargas por meio de exercícios físicos ganha estímulo a sua modelação e se fortalece. Todo este processo depende do tipo de força, da intensidade e distribuição com que ela é aplicada e do número de ciclos realizados. A musculação praticada com assistência especializada permite controlar todas as variáveis do exercício de forma a maximizar a eficiência do exercício.

Outro fator interessante da musculação enquanto estratégia de prevenção está associado à força muscular. Mulheres após a menopausa e homens na terceira idade desenvolvem normalmente uma rápida perda de massa muscular (conhecida como sarcopenia). Relacionada à idade, a sarcopenia é um dos principais fatores que levam a distúrbios de marcha nos idosos e facilitam assim as quedas frequentes que causam as fraturas. A musculação, além de aumentar a densidade do osso, atua também melhorando a força muscular e, consequentemente, diminuindo o risco de fraturas.
Musculação: fortalecer ossos e músculos evita a osteoporose Musculação: fortalecer ossos e músculos evita a osteoporose Editado por saude.chakalat.net on 08:50 Nota: 5

Nenhum comentário:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!

Tecnologia do Blogger.