Curta e Siga


Fratura Vertebral na Osteoporose





A mais precoce das fraturas que ocorre na Osteoporose é a fratura vertebral. Parte das fraturas vertebrais é assintomática, sendo descobertas quando de consultas de rotina para a investigação de Dorsalgias ou Lombalgias de mulheres idosas. Somente com uma anamnese dirigida quando em consulta médica, é que estas mulheres se dão conta real da sua perda de altura e da nova posição arcada, adquirida através dos anos e que, para elas, é um sinal normal do envelhecimento.
Fraturas provenientes de macro traumas, quedas, esforços físicos importantes de carga, dão uma sintomatologia aguda devido à quebra do grande número de trabéculas ósseas que, desencadeiam uma sintomatologia dolorosa de grande monta.

Fratura de Vértebra

Em consultas médicas de rotina são apontados sintomas como: dor à respiração, ao levantar os braços, ao tossir, ao sentar e deitar, enfim, as necessidades básicas do dia a dia.
Uma vez instalada a primeira fratura vertebral, a chance de uma nova fratura aumenta em exponencial devido à modificação das linhas de carga nas vértebras situadas abaixo da fraturada. A tentativa de manutenção do eixo da coluna mais próximo do normal é uma medida de valia.
Recentemente a introdução dos cimentos vertebrais e da técnica de insuflação de balão intra vertebral, tem sido utilizada como uma tentativa de estabilização e prevenção de novas fraturas.
Dicas para Profissionais:
  • Curso Online de Atividade Física para Gestantes
  • Curso Online de Fisioterapia na Geriatria
  • Curso Prescrição do Exercício para Idosos baseado em Evidências Científicas
  • Curso Online Hidroginástica "Consciência e Movimento"

  • Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

    Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

    Nenhum comentário

    Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!